sábado, agosto 10, 2013


Cada vez gosto menos de ouvir dizer que há uma alma gémea para cada um. Talvez seja o medo, porque não duvido por um segundo que ainda atirem pianos pelas janelas. E acho injusto. Injusto para todas as pessoas, e isto é super cliché mas, que passam por nós e deixam tanto de si. Amores fugazes, corações partidos, irmãos que se vão, doces de quatro patas. Ainda que o que foi já não o seja, ainda que o passado fique para trás, não significa que não tenha sido um dia.

2 comentários:

  1. é tão difícil ver as pessoas partirem :/

    r: força , estou contigo boa sorte , és uma corajosa , uma mulher com M grande sem dúvida !

    ResponderEliminar
  2. As pessoas (não todas) passam pela nossa vida e cada vez mais raras são as que ficam definitivamente... A maioria vem e dá algo de si e, por vezes, nós damos tanto de nós e acabamos por ficar sem essas pessoas um dia mais tarde... e isso custa tanto.

    ResponderEliminar